Seguidores

segunda-feira, 23 de julho de 2007


A quanto tempo eu me pergunto, por que a musica mexe com todas as pessoas do mundo!
Não existe um ser humano que seja que não traga em sua mente uma melodia, por mais antiga que seja, ele tem no fundo de sua mente o refrão da dita cuja.
E por que isso? Por que gostar de musica?
Quem definiu as notas musicas? Por que a união delas juntamente com alguns versos, ou não, nos faz sentir tão bem?
Isso me faz lembrar uma ocasião em que formamos uma banda eu e Tio Bogio Coalhada, porem como vivíamos no navio, não tínhamos uma platéia fixa, somente quando aportávamos.
Mas isso não vem ao caso
Na verdade eu não acredito em astrologia. Não tem nada haver.
Como que um planeta vai influenciar a vida de alguém aqui, a não ser o próprio planeta Terra.
Somente eu mesmo influencio minha existência, nem a Lua, nem as marés, nem nada pode me influenciar se eu não quiser. Mas como não gosto de bancar o “durão” deixo as substâncias etílicas por diversas vezes influenciarem meu modo de pensar e agir.
A não ser é claro, que eu me depare com a víbora do Gabão, meu deus, que animal é esse, isso sim pode ser considerado uma besta 666. Mas na maioria das vezes me dou bem com outros animais, exceto o cão das pradarias de rabo preto, um roedor encontrado no oeste dos Estados Unidos e norte do México, é o animal que constrói as maiores colônias. Uma única "cidade" descoberta em 1901 possuía aproximadamente, 400 milhões de indivíduos, estimando-se que cobria uma área de 61.440 Km2. São muito possessivos, sempre que me deparo com um deles, há briga.
A Margarete que saudades do calor que vinha debaixo de suas saias rendadas. Lembrei de você hoje quando encontrei um absorvente usado dentro de uma gaveta, e pelo fluxo só podia ser você doce Margarete. Cheirei um pouco e tornei a guarda-lo no mesmo lugar que deixaste.
Volte margarete, para passar uma noite na cabine do capitão.

Um comentário:

raffa vedder disse...

doce margarete! ela há de voltar amigo coalhada!